@@ @@@@ @ @@@@@ ###### $$$$$$ ?????

25 de abr de 2012

o que você sabe sobre malária? Dia de Combate à Malária: aprenda mais sobre a doença

Você sabe diferenciar malária, dengue e febre amarela?

As três doenças são transmitidas por mosquitos, mas apresentam muitas diferenças


Por Letícia Gonçalves


Teste: o que você sabe sobre malária? 
A malária mata 1.400 crianças por dia em todo o mundo. 
O número divulgado pela Organização das Nações Unidas só reforça a importância do Dia Mundial de Combate à Malária, comemorado neste dia 25 de abril. No Brasil, porém, os números são mais baixos: segundo o Ministério da Saúde, 99% dos casos da doença ocorrem nos estados que compõem a Amazônia e houve uma redução de 603 mil casos, em 2005, para aproximadamente 217 mil, de janeiro a outubro de 2011. O número de internações também passou de 3.859, em 2010, para 3.215 em 2011.

Assim como a dengue e a febre amarela, a malária é transmitida pela picada de um mosquito. Embora as três doenças típicas de países tropicais tenham alguns sintomas semelhantes (febre, cansaço e dor muscular), apresentam muitas outras especificidades - desde a espécie de mosquito até o tipo de tratamento. Você sabe identificar quais são essas diferenças? Responda o quiz a seguir e descubra.
 As três doenças são causadas por vírus?
 Não, a malária não é causada por vírus.
 Teste: o que você sabe sobre malária?

Nota: 

 "A dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, é causada por um vírus que pode ter quatro subtipos", conta o infectologista Jean Gorinchteyn, do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. 

A febre amarela é causada por um vírus, denominado flavivírus, e transmitida por dois mosquitos: a febre amarela silvestre, pelo gênero Haemagogus e outros mosquitos silvestres; 

a febre amarela urbana (muito rara e inexistente em grandes cidades no Brasil), pelo mesmo mosquito da dengue. 


"Já a malária é causada por protozoários chamados Plasmodium e a transmissão ocorre pela picada do mosquito Anopheles", esclarece o infectologista Carlos Fortaleza, consultor da Sociedade Paulista de Infectologia.
  

Qual delas é mais recorrente no Brasil?


malária

dengue

ou
 febre amarela


 
Nota:  

A dengue, atualmente, é a doença com maior número de casos no país. 

O infectologista Carlos conta que o ciclo de vida do Aedes aegypti - transmissor da dengue - é o que está mais adaptado ao modo de vida dos humanos em cidades. 

"Onde há pessoas, há mais chances de existir água parada e limpa, ambiente propício para o mosquito da dengue proliferar", explica. 

Já os mosquitos 
  
de malária e 
febre amarela 

vivem em ambientes silvestres - 

é por isso que são mais comuns nos 

estados que possuem a floresta amazônica.

Qual delas possui vacina?
 
        . 




  • Apenas febre amarela
    Nota: 

    Por enquanto, apenas a febre amarela possui uma vacina, reaplicada a cada dez anos.  

    "A vacinação diminui a chance de transmissão, uma vez que produz anticorpos para combater o vírus", conta Jean Gorinchteyn. O infectologista do Emílio Ribas lembra, no entanto, que estudos também estão sendo desenvolvidos para chegar a uma vacina da dengue. 

    "Também existem pesquisas para criar uma vacina realmente eficaz contra malária, mas é muito difícil, uma vez que é uma doença que modifica a sua estrutura com muita frequência", conta Carlos Fortaleza. "O Plasmodium, quando entra no corpo humano, consegue se camuflar para fugir da resposta imunológica e não ser combatido."


 
Qual sintoma há na malária que é diferente dos sintomas da febre amarela?




Febre em períodos bem marcados
 
Nota:  


A malária na sua forma típica (causada pelo Plasmodium vivax) costuma ter sintomas que aparecem e desaparecem em horários bem específicos ou a cada três ou quatro dias, principalmente febre e tremores rigorosos causados pela quebra das hemácias do sangue. 

"Essa ida e volta dos sintomas pode durar semanas e até meses", conta o infectologista Carlos. 

A febre amarela também apresenta febre, dores e cansaço, mas são sintomas mais contínuos que duram de uma a duas semanas. 

"Além disso, alterações de enzimas hepáticas (do fígado), fazendo com que a pessoa fique com pele e olhos amarelados e a urina escura", conta Jean Gorinchteyn.



 
E a dengue, tem qual sintoma diferente da malária?

Dor atrás dos olhos 

Nota:  

Dores na região atrás dos olhos são muito características da dengue

"Outro sintoma bem peculiar é o aparecimento de vermelhidão na pele, semelhante à rubéola ou ao sarampo, que coça bastante", conta Carlos Fortaleza. 

Mas a dengue também apresenta sintomas semelhantes à malária, como febre alta, dores no corpo todo e cansaço.





 
Todas essas doenças podem ser contraídas mais de uma vez?






Sim
 

Nota:  

"Tanto a malária quanto a febre amarela podem infectar diversas vezes uma mesma pessoa, enquanto a dengue pode ser contraída uma vez para cada subtipo do vírus, ou seja, uma pessoa que teve dengue tipo 1 pode ter dengue tipo 2, 3 ou 4", explica o infectologista Alexandre Piva, professor do curso de Medicina da Universidade Cidade de São Paulo. Como as três doenças podem levar à morte em casos mais graves, é fundamental procurar um posto de saúde ou um médico quando houver suspeitas. "O diagnóstico de dengue e febre amarela é feito por sorologia - exame de sangue que verifica anticorpos da doença -, enquanto a malária é verificada por exame de gota espessa - exame de sangue para tentar encontrar o Plasmodium", conta Alexandre.

 
Malária, assim como dengue, desenvolve-se em águas paradas dentro de casa?


Não
Nota: A malária é mais comum em regiões de matas e florestas. Os mosquitos costumam se reproduzir em locais da vegetação onde a água fica mais parada, como igarapés e áreas próximas à margem de rios que foram represados. "Já a dengue se desenvolve nas cidades, em águas paradas em pneus, vasos de plantas, caixas d?água, entre outros", conta Carlos Fortaleza. Para prevenir dengue, o ideal é eliminar esses focos de água parada dentro e fora das casas. No caso da malária, a prevenção é feita nas regiões de maior risco com o uso de repelentes, roupas que protegem pernas e braços e mosquiteiros. "Também é recomendado evitar circular próximo a locais onde podem existir mosquitos ao entardecer e amanhecer", lembra o infectologista. Já a melhor forma de prevenir febre amarela é a vacinação.
8 / 8
 
É possível tratar diretamente essas doenças?







Não, 

em algumas 

só é possível
  
tratar sintomas


Nota: 

No caso de  

dengue

febre amarela, 

o tratamento serve para amenizar os sintomas da doença, de modo a deixar o sistema imunológico da pessoa mais preparado para combater o vírus. 

"Já a malária possui tratamento para combater diretamente o protozoário causador, por meio de medicamentos que variam de acordo com o tipo de Plasmodium que a pessoa apresenta", explica o infectologista Jean.







http://plantarsaneamentoambiental.blogspot.com/ 
plantarltda@hotmail.com Overlapping Text - http://www.overlappingtextlive.com plantarltda@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mensagem do formulário de comentário:
PLANTAR
Agradece!
Retorne Sempre!

populares

agregador de links/notícias